domingo, 20 de julho de 2014

José Zanatta e Regina Dalla Polla

Bom Dia! Tudo bem?


Eu me chamo Nicole Zanatta, nasci em Montenegro-RS mas atualmente resido em Florianópolis. Estou fazendo a Cidadania Italiana e buscando informações da nossa família.

Sou da árvore genealógica 2 de José Zanatta e Regina Dalla Polla (tem documento como Regina, Maria e Maria Regina...). Eles tiveram 11 filhos (Maximino, Ângelo, Joana, Jordão, Afonso, ALBERTO, Jorge, Alfredo, Terezinha, João e Plácido.

ALBERTO ZANATTA é meu bisavô. 

Alberto nasceu em Garibaldi em 24-06-1894. Casou com Maria Perera com quem teve 5 filhos:

- Inês Zanatta: nasceu 16-11-1918;
- Plínio Ildo Zanatta: nasceu 15-09-1924;
- Iloy Zanatta: nasceu 17-05-1926;
- Silma Febrize: nasceu 25-01-1931;
- Nadir Rodrigues: 25-01-1931 (gêmea);

Alberto faleceu em Salvador do Sul na data de 09-03-1978.

PLÍNIO ILDO ZANATTA é meu avô.

Plínio nasceu em 15-09-1924 em Barão-RS. Casou-se com Hilda Felicita Zanatta em Salvador do Sul na data 26-05-1948. Tiveram 1 filho Chamado JOSÉ LUIZ ZANATTA que nasceu na data de 12-07-1952.

Plínio teve ainda 2 filhos: Sandro e Geórgia, havidos com Sara Lothammer. Plínio faleceu em 02-06-1984 na cidade de Montenegro-RS.


JOSÉ LUIZ ZANATTA é meu Pai. Nasceu em Montenegro na data de 12-07-1952. Casou com Eunice Teresa Zanatta na data 12-07-1975 em Montenegro-RS. Tem 3 filhos: Gabriel Zanatta nasceu 18-02-1978, Gustavo Zanatta nasceu 08-11-1979 e Nicole Zanatta nasci 31-01-1986.

Estou tentando encontrar os documentos. Se você tiver algum documento do JOSÉ ZANATTA E REGINA DALLA POLLA. Deles eu não tenho nada, li que eles vieram casados da Itália mas não tenho certeza, então de documento Italiano é a certidão de nascimento dele e casamento. Também não sei as datas e local de nascimento, casamento e nem falecimento.

Se souber alguma dessas informações ficaria muito felizz!!! 

Muito obrigada pela atenção!

Att

Nicole Zanatta

48 88673636

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Cristoforo Zanatta e Faustina Baldine Zanatta


PREZADO FREI PAULO ZANATTA, ESTOU INFORMANDO QUE MORO NA CIDADE DE NOVA ESPERANÇA, HÁ 50 ANOS ,  ESTADO D PARANÁ PROXIMO A MARINGÁ, E SOU NETO DE GEOVANNA ZANATTA.
CASADA COM ILDEBRANDO SAMBINI,  MINHA AVO VEIO DE TREVISO DA ITALIA, FIXOU RESIDENCIA EM SÃO CARLOS -SP DEPOIS MUDOU PARA ITAPOLIS NA FAZENDA  DO IRMÃO DELA VALENTIN ZANATTA, DEPOIS MUDOU-SE PARA ASTORGA- DAI PARA ATALAIA A ONDE EU CONVIVI COM ELA , FALECEU AOS 84 ANOS  NO ANO DE 1964 E ESTA  SEPULTADA NO CEMITERIO DE NOVA ESPERANÇA-PR , OS MEUS BISAVOS PAI E  MAE DELA SE CHAMAM CRISTOFORO ZANATTA E FAUSTINA  BALDINE ZANATTA, TENHO FOTOGRAFIA DELES, COISA RARA. EU ACHO QUE NINGÉM TEM ESTA FOTOGRAFIA  DOS 2 JUNTOS.

JOSEPPE ZANATTA É IRMÃO DA MINHA NONA GEOVANNA ZANATTA, ELE TAMBEM MOROU  NA CIDADE DE ASTORGA.

A MINHA FAMILIA COMPOEM  PELA MINHA AVO GIOVANA ZANATTA CASADA COM ILDEBRANDO SAMBINI.

EU ACHO QUE TEMOS MUITO PARENTES DA FAMILIA ZANATTA ALI A ONDE VOCE MORA.

UM ABRAÇO FRATERNAL DE NILTON JOSÉ SAMBINI

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Guerino Zanaatta

Bom Dia.
Frei Paulo.

Estou dando inicio ao meu processo de cidadania Italiana e gostaria de montar minha árvore genealógica. 
Meu pai chama Osmar Zanatta filho de Guerino Zanatta  que era filho do Guerino Zanatta também.
Meu avô era de Carlos Barbosa ou proximidades.
Seus outros filhos são (irmãos do meu pai) OSCAR ZANATTA, NELSON ZANATTA, ARCIDES ZANATTA, LUIZ ZANATTA. DARCI ZANATTA (FALECIDO).

Se puder me ajudar agradeço muito.

Att.

Sandra Zanatta


terça-feira, 27 de maio de 2014

Baptista Zanatta e Luiza Almeri

Olá Frei Paulo!

Há algum tempo tenho pesquisado minha árvore genealógica. Sou descendente de Baptista Zanatta, casado com Luiza Almeri, italianos que imigraram para o Brasil em meados de 1880. Por causa das minhas pesquisas encontrei o blog da Familia Zanatta na internet e foi muito bom! Creio que o blog é seu, certo? Quanta informação útil e esclarecedora. Já consegui reunir informações completas (como certidões de nascimento e casamento) do meu pai (Jair Batista) e avô (João Batista). O meu bisavô, pai de João, era chamado Luiz Zanatti, filho de Baptista. Consegui uma certidão de nascimento em inteiro teor do Luiz Zanatti em Jaú, mas ainda não chegou do cartório. Também tenho uma carteira de trabalho dele.

Você acha que poderia me ajudar com mais informações sobre meu bisavô Luiz e talvez meu tataravô Baptista? Tenho tentado descobrir em que navio ele imigrou para o Brasil para então tentar encontrar informações relacionadas a comune onde ele viveu.

Bom, tem sido um desafio encontrar essas informações, mas tenho tido sucesso! Espero que você possa me ajudar.

Um grande abraço!
Thiago Batista.


Ps.: não tinha visto seu e-mail e lhe enviei uma mensagem pelo facebook também. Espero não estar incomodando-o demais. Obrigado!

quinta-feira, 22 de maio de 2014

José Zanatta (Triavó de Volnei Zandoná)

Volnei Zandona BOA TARDE. FREI PAULO. EU LHE ESTOU ESCREVENDO PORQUE EU ESTOU ENTERESADO EM DESCOBRI OS MEUS ANTEPASADO. JÁ VI TODOS OS MATERIAIS DA FAMILIA ZANATTA, NÃO CONSEGUI DESCOBRIR UMA LINHA PARA MIM SEGUI
Para Euagrotiagozanatta@hotmail.com

30 Jun 2013
BOA TARDE.

FREI PAULO.


EU LHE ESTOU ESCREVENDO PORQUE EU ESTOU ENTERESADO EM DESCOBRI OS MEUS ANTEPASADO.

JÁ VI TODOS OS MATERIAIS DA FAMILIA ZANATTA, NÃO CONSEGUI DESCOBRIR UMA LINHA PARA MIM SEGUIR.

SE O SENHOR PODER ME AJUDAR:

SEI QUE MEU TATARAVÓ ERA: JOSÉ ZANATTA, NÃO SEI COMO ERA O NOME DA MINHA TATARAVÔ.
MEU BISAVÓ E: GERONIMO ZANATTA
MINHA BISAVÔ E: MARIANA DOMENICA GENELICA
EU MEU AVÓ: ALFEU ZANATTA
E MINHA AVÔ: HELENA LATREILLE ZANATTA
MEU PAI: JOSÉ ZANATTA
MINHA MÃE: LENI ANA ZANDONA ZANATTA

 DESDE JÁ AGRADEÇO.

TIAGO ZANATTA

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Breve Glossário de Termos Técnicos (italianos)


Breve Glossário de Termos Técnicos

Aglutinação  - fusão de dois elementos lexicais numa única palavra; Ponte e alto formam Pontalto (ponte alta).

Antropônimo – nome próprio de pessoa e também sobrenome, embora se costume usá-lo mais comumente com a primeira acepção.

Apelativo – qualquer tipo de vocábulo usado para designar uma pessoa, podendo ser nome, apelido, cognome.

Cognome – épiteto nominal, apelido.

Étnico – vocábulo que indica que um cidadão pertence a uma raça. A uma etnia, a um povo, como alemão francês, italiano.

Gentilico – designativo dos habitantes de um país, de uamregião, de uma cidade, como Italiano, Lombardi, Milanese, Napolitano.

 Hipocorístico – forma abreviada ou modificada, de cunho popular e coloquial, de um nome; de Antônio, se formam os hipocorísticos Tonho, Toni, Toninho.

Fitônimo – nome de palanta como olmo(olmeiro) vigna (videira).

Hagiônimo – nome de santo, como Santo André, São Paulo, São Pedro.

Hagionímico – sobrenome derivado de nome de santo, como Andreis, Petri, Pauli.

Matronímico – sobrenome derivado deo nome da mãe e significa sempre filho de, como Agnesi (filho de Inês)De Maria, Di Anna.

Pan – italiano – sobrenome, neste caso, que ocorre em todo o território da península itálica, como Rossi, Bianchi, Ferrari,

Patronímico- sobrenome derivado do nome do pai e significa sempre filho de, como Petri, (filho de Pedro) Bernardi, Di Lauro.

Sobrenominização – processo de transformação de um nome, de um apelativo em sobrenome.

Topônimo – denominação de locais geográficos, áreas, países pontos de referencia, como italia, lácio, montanha, lago, rio, praia, praça, paço municipal, etc.

Tomonìmico – sobrenome derivado de um topônimo, como Pisa, Roma, lago,Dal filme, Costa, Montagna, Piazza, Della Via.

Zoônimo – nome de animal, como leone (leão) bue (boi).

 

 

Uma listagem mais complexa dos sufixos que concorrem para a formação dos sobrenomes e também para a derivação lexical no idioma italiano pode ser encontrada num boa gramática histórica. Aconselha-se a leitura da Gramatica Italiana e dei sui Dialetti de Gehrad Rohlfs de onde, salvo pequenas alterações, foi extraído o elenco apresentado acima.

Seria demasiado longo e enfadonho exemplificar cada um destes sufixos com alguns sobrenomes em que o mesmo se faz presente. Convém observar que os sufixos constituem a mairo fonte mulplicativa dos nomes familiares italianos. Estes concorrem realmente para, acredita-se decuplicar as formas originais dos sobrenomes italianos. Os exemplos falam por si. Do antropônimo Giovanni, resultam vários hipocirístico, como foi frisado anteriormente. Tomando-se um deles, Zan ou Zane, por exemplo, obtém-sem com a sufixação, sobrenomes com Zanin, Zanini, Zanon, Zanoni, Zanette, Zanetti, Zanotti, Zanotto, Zanella, Zanello. Zanelli, Zanengo, Zanenghi, Zanet, Zanet, Zanesi, Zanessi, Zanicchi, Zaniol, Zanioli, Zaniolo. Zanol, Zanolo Zanola, Zanot, Zanus, Zanuso, Zanussi, Zanut, Zanuto, Zanutta, Zanutti, Zanoto, Zanata, Zanatta, além de Zanni, Zannini, Zannoni,

Ata, ita, uta: Deverbal, qualidade, noção temporal.

 etc. Assim também de Domenico, pode-se lembrar Domenichini, Domenechini, Domeneghini, Menichini, Meneghin, Meneghini, Menegato, Menegatti, Meneghetti, Menegotto, etc.

Um fato interessante na formação dos sobrenomes é a dupla sufixação, Essa ocorre suficientes para verificar este fenômeno linguístico derivativo. Tomando o mesmo sobrenome Zane ou Zani, com o acressimo do sufixo diminuitivo otto, origina-se Zanotto; se a este, for acrescido o sufixo, também diminuitivo, ello, obtém sobrenome duplamente Zanotello.  O curioso neste sobrenome é a sua carga semântica que foi perdida através dos séculos. Observa-se que Zane, Zani ou Zan representam hipocorístico que surge sob o signo de forte carga afetiva, pois se formou na linguagem popular e coloquial em que a afetividade e a benquerença propriciam fixação de todo hipocorístico.

Outro exemplo idêntico, com o memo sobrenome Zani, se verifica-se com Zanini (com o sufixo diminuitivo – ino) e em Zaninelli com o sufixo diminuitivo – ello)

Existem, porém sobrenomes com a tripla sufixação; e não são raros. Revendo o sobrenome Zane, Zani, forma-se Zanini com um primeiro sufixo diminuitivo; deste se origina Zaninelli, com o segundo sufixo diminuitivo; acrescentando-se a este último, o sufixo- ato tem-se como resultante o sobrenome Zaninellato, triplamente sufixado. Semelhante a este é o caso de Binellato; substraindo-se o último sufixo (ato), obtém-se o sobrenome Binello, Binelli; suprimindo-se o sufixo diminuitivo –ello rsulta outro sobrenome, Bino Bini:  etc...

Bibliografia:

Mioranza, Ciro – 1940. Filius Quondam /Ciro Mioranza – São Paulo: São João Batista Editora, 1996